sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Feliz 2012, viva dezembro!

... E dezembro chega para encerrar mais um ano...

Muitas pessoas dizem que 2012 é o ano da mudança.
Mudanças daquelas coisas mais arraigadas no ser, que sem já nem perceber porquê, fazem parte do comportamento inconsciente.
Muitas teorias são levantadas e questionadas a respeito desse propósito de 2012, tanto no campo científico como no campo exotérico.
Independentemente de motivos para isto, 2012 representa o ano da mudança pelo simples fato de que as pessoas deste mundo, ou boa parte delas, decidiram e apoiaram isso!

Aceitando o fato de que este ano É o ano da mudança trava - se o desafio de mudar realmente.
Numa época em que é politicamente, socialmente, ambientalmente correto ser ecológico mudar nem sempre significa desapegar - se de algo.
Visto que a arte do desapego é deixar para trás, vagando no passado, algo que já não nos serve mais, nos liberando da responsabilidade adquirida por um dia ter se servido desse algo.
Mais difícil que desapegar - se é transformar - mudar a forma - TRANSMUTAR.

Para transmutar é necessário o comprometimento com a causa, com o verdadeiro propósito, com a intensão concreta de fazer diferente, de não repetir a dormência que nos encontramos muitas vezes.
2012, antes de tudo, é o ano da responsabilidade - habilidade na resposta - em mudar.
Toda mudança sugere movimento.

Na verdade, tudo está sempre mudando...
E o sofrimento advém naquilo que desejamos ser estáticos.
Os físicos afirmam que o universo está em expansão, logo nós também estamos, e a vida flui melhor quando compreendemos este fato.
Por isso, movimente-se, não fique parado, permita que cada parte do corpo se expanda, que a mente se expanda...

Só isso já é muDANÇA!

Feliz 2012, viva dezembro!!!